Siga por Email

Marcadores

Encontre no blog. É só digitar

sábado, 26 de fevereiro de 2011

PÔ, É POESIA! Que vida?



















QUE VIDA?

A vida, o que é? Diga prá mim!
Defina se puder este complexo,
Que às vezes de beleza é sem fim,
E às vezes se revela tão sem nexo.

Por que de boa migra prá ruim,
E o beijo, abraço, afago e até o sexo,
Se equiparam àquilo que é chinfrim,
E o côncavo não casa com o convexo?

A vida é um mistério. E é só.
Não queira entendê-la, não tem jeito,
Apenas vá vivendo enquanto der.

Cultive sempre o que for o melhor,
Mas não estranhe se lhe explode o peito,
E aí você já era. Não mais é.

Paulo Natalino Dian, em 01 de junho de 1998

Nenhum comentário:

Postar um comentário