Siga por Email

Marcadores

Encontre no blog. É só digitar

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

PÔ, É POESIA! Soneto para Cris













SONETO PARA CRIS

Morena  e em  tudo graciosa,
Caminha pelas ruas mui feliz,
Alguém que ofusca o belo de uma rosa,
E que na intimidade chamo Cris.

Sua boca me instiga, e todo prosa,
Com lápis multicor ou mesmo giz,
Escrevo mil poemas pra dengosa,
Mais bela que a mais cobiçada atriz.

E agora que no ventre leva a vida,
E aguarda ansiosa o grande dia,
Que chegará o rebento, maior bem,

Eu penso em chamá-la de querida,
E festejar com muita alegria,
Num abraço só, nós dois, e o neném.

(Escrito a pedido de um amigo para homenagear a sua amada à época.) 
Paulo Natalino Dian

Um comentário:

  1. Bela homenagem!

    Encontrei seu blog navegando...

    Conheça meus espaços...

    http://imagesandphrases.blogspot.com/

    http://milallopes.blogspot.com/

    Bjs

    Mila

    ResponderExcluir