Siga por Email

Marcadores

Encontre no blog. É só digitar

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

ESCREVENDO: RONALDO E O DNA





















- “A vida nos surpreende. Depois da tristeza pelo jogo de ontem, hoje eu conheci o Alex, uma criança linda, educada e saudável. Agora vamos aguardar o resultado do exame e assumir as responsabilidades e os prazeres que os resultados nos derem” - postou o jogador.
(Ronaldo, ao conhecer Alex que, segundo a mãe, Michele Umezu, uma garçonete de Cingapura, é seu filho).

Parabéns Ronaldo! Parabéns não somente pela disposição de fazer o exame de DNA, mas, especialmente,
por aguardar o resultado com uma agradável expectativa. É o que se depreende de suas palavras. Afinal, o que se está para descobrir é que você tem mais um filho e não uma doença.

Digo isto para indiretamente fustigar um montão de homens irresponsáveis quanto à paternidade, ainda que presumida, como, por exemplo, o ex-Vice-Presidente da República, José Alencar, que posterga enquanto pode a realização de um exame de DNA para que Rosemary Morais, uma professora aposentada tenha a chance de comprovar, ou não, que ele é seu pai. (Vide a postagem “SEU ZÉ E O DNA – é só pesquisar no campo de pesquisas do blog).

Tomara Ronaldo que a serenidade com a qual você recebeu a notícia, a alegria que, perceptivelmente tomou conta de você e a disposição de comprovar e, se comprovada a paternidade assumi-la, contagiem outros supostos pais e tenhamos, assim, menos certidões de nascimento sem os nomes dos pais.
Paulo Natalino Dian

Nenhum comentário:

Postar um comentário