Siga por Email

Marcadores

Encontre no blog. É só digitar

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

AINDA QUE LENDO, OUÇA! O privilegiado.












Eu sou um privilegiado e não posso me calar.

Hoje eu acordei e concluí que preciso agradecer.

Aquele que me permitiu acordar sob um teto e ter sobre a mesa o meu gostoso café, é o mesmo que fez o vento soprar, o sol brilhar, a lua aparecer, os pássaros cantar (...) e a rosa florescer.

Deus, apesar de muitas vezes não colaborarmos, tu tens sido sobremaneira bom para conosco.

Obrigado meu Deus. Obrigado por este céu, em regra, azul e estrelado, por este mundo geograficamente maravilhoso e pelas pessoas que o habitam, que são, em sua maioria, pessoas de bem.

Obrigado pelo médico que cura, pelo poeta que emociona e pela esperança que se renova com a chegada de cada neném.

Obrigado pela família querida e pelos amigos de jornada junto dos quais gostamos de estar.

Mas, obrigado, especialmente, porque, mais uma vez, hoje eu pude acordar.

Paulo Natalino Dian

Nenhum comentário:

Postar um comentário