Siga por Email

Marcadores

Encontre no blog. É só digitar

domingo, 10 de junho de 2012

Pô! É POESIA! Conhecer para amar

















CONHECER PARA AMAR

Defeitos?
Quem não os tem?
Você conhece alguém?
Alguém que seja perfeito?
Eu não conheço ninguém que não tenha um defeito.

Então... por que o preconceito e esta pose altivista?
Por que não me dá o direito de pertencer à tua lista?
Por que me isola do grupo e me deixa assim sem jeito?

Por causa dos meus defeitos?

Será que eu sou pior que aqueles que tens ao lado?
Vá lá que seja... e aí? Desprezar-me é o caminho?
Ajudar-me a melhorar não seria o indicado?

Coitado, não! Eu não quero ser coitado.

Eu queria desfrutar do que chamas de união.
Eu queria ser irmão e do grupo ser querido.
Queria ser recebido com a mesma empolgação.
Com aquela empolgação que recebes aos preferidos.

É tão difícil assim atender-me em meu pedido?

Eu sei. Cantando desafinei e aí você se foi. Se foi e sentenciou:
— “Ele não sabe cantar”!
“Não dá para receber, no grupo, e integrar, alguém assim, démodé, e que não saiba cantar”!

— É ‘vero’. Não sei cantar.

Mas... só quem canta que conta?
Quem não canta, não encanta?
É assim aos olhos de DEUS?

Senhores! Eu tenho outros valores!

Eu gosto de conversar... de aprender... de ensinar...
Porém não tenho com quem.
Procuro e não há ninguém.
Ninguém quer se apresentar.
Conhecer para amar.

O outro me desprezou por causa do meu chulé.
A ele não preocupou estar sendo antiético.
Nem ao menos se lembrou que mais importante é o pé.
Nem tampouco receitou o tal polvilho anti-séptico.

Estou só e infeliz.
Afastaram-me do grupo prá pouparem o nariz.
Um simples cheiro... e me excluem por inteiro.

Conhecer para amar?
Afastar prá não cheirar.
Conhecer-me? Ninguém quis.
Integrar-me não dá pé. Não sirvo. Tenho chulé.

— “Aquele outro não dá, prá conhecer e amar! Com a cara dele não vou”.

— Ainda bem que não vai. Duas caras é demais.

Mas.. quem é o outro afinal?
Também não é filho de DEUS?
Se é, não é teu irmão?
Desprezas aos irmãos teus?

Que pensa sobre, o teu DEUS?
Tens dele aprovação?
Eu penso que não tem não.

Pense na grande seara.
Um corpo, não é só cara!
Se com a cara não vais, ao todo desprezarás?

— Não me deixa aproximar por causa de um tal cecê. Prefere me excluir transformando-me num caco. Não pensa em me conhecer...
— “Não com aquele sovaco”!

— Me aceitaria sem braço?
Por certo não. — “Sem abraço”!?

— Não me acham interessante. Com braço ou sem... que horror!
Se me aceitassem um instante... e dessem um desodorante... evitariam minha dor.

— Escutem-me, por favor!
As pessoas têm valor!
Prestem-me, pois, atenção.
Não se pode pré-julgar... simplesmente desprezar... ignorar, excluir.
O que nos mandou JESUS, em relação aos irmãos?
Foi somar ou dividir?

Defeitos, quem não os tem?
Você conhece alguém?

Tu também não tens defeito?

Receba, pois, teu irmão.
Dedique-lhe atenção.
Ajude-o a se integrar.
Ele é igual a você.
Ame-o pra o conhecer...
Conheça-o para o amar.

Paulo Natalino Dian

Nenhum comentário:

Postar um comentário