Siga por Email

Marcadores

Encontre no blog. É só digitar

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

EU LI: A religião acima da vida

Mulher é demitida após ter engravidado por inseminação artificial

Nova York (EUA) - Sentada no colo de sua mãe, uma menina de 10 meses, belos olhos azuis e bochechas rechonchudas ostenta um largo sorriso enquanto brinca com um enfeite de árvore de Natal. A criança é filha de Christa Dias - e a razão pela qual ela foi demitida do emprego em duas escolas católicas de Cincinnati, nos EUA.

"Eu sempre quis ter um bebê", disse Dias. "Eu sempre soube disso. É por isso que eu me tornei uma professora, porque eu adoro crianças.
Reprodução Internet
Christa foi demitida de duas escolas católicas após ter engravidado por inseminação artificial | Foto: Reprodução Internet
O problema de Dias começou quando ela resolveu se submeter a uma inseminação artificial para engravidar. Ao descobrirem que a professora utilizou métodos "não convencionais" para gerar a criança, as duas escolas resolveram demiti-la.

Ela processou as escolas em abril deste ano, sob acusação de discriminação da gravidez e quebra de contrato. Seu caso, arquivado na Corte Distrital de Cincinatti, está em espera enquanto a Suprema Corte do EUA decide sobre um caso similar.

Inicialmente, as escolas alegaram ter demitido Dias unicamente por ela estar grávida. Mas quando foram informados de que poderiam violar leis estaduais e federais, eles mudaram a razão da demissão para gravidez como resultado de inseminação artificial. Segundo os empregadores, o método viola ensinamentos católicos.

As escolas "admitiram que não tinham outro motivo para demitir Christa Dias", disseram os advogados da professora. (Fonte: Jornal O DIA)

Nenhum comentário:

Postar um comentário